Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

POP

Anitta: processo sobre ‘Made In Honorio’ ganha novo capítulo, revela colunista

Anitta: processo sobre 'Made In Honorio' ganha novo capítulo, revela colunista
Foto: Reprodução / Instagram / @anitta

De acordo com informações da colunista Fábia Oliveira, do portal Metrópoles, a briga judicial entre a idosa Maria Ilza e a popstar Anitta parece estar longe de terminar.

O caso, iniciado com a repercussão da obra audiovisual Made In Honorio da Netflix, ainda está reverberando nos tribunais.

Anitta: processo sobre 'Made In Honorio' ganha novo capítulo, revela colunista

Foto: Reprodução / Instagram / @anitta

A colunista relembra que Maria Ilza foi acusada por Anitta de ter invadido sua mansão na Barra da Tijuca no dia em que a cantora iria se apresentar no Rock In Rio. A afirmação foi registrada no documentário da Netflix.

Ainda segundo Fábia Oliveira, o juiz que cuida do caso decidiu que a mãe de Anitta, Miriam Macedo, deveria dar seu depoimento ao caso, enquanto que Anitta disponibilizasse as imagens de segurança de sua casa.

Contudo, a hitmaker de Envolver não concordou com o juiz, emitindo “embargos de declaração”.

O corpo jurídico de Maria Ilza afirmou que a cantora está tentando adiar ainda mais o processo, questionando que as provas já foram “exaustivamente” analisadas e afirmadas.

Matéria escrita por

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Leia também

ENTRETENIMENTO

"Acabei com a confiança da pessoa que eu mais amo. Eu tô de verdade sem chão", disse o atleta

ENTRETENIMENTO

No vídeo postado nas redes sociais, a artista contou que o atleta mantinha conversas com outra mulher

REGGAE

Com Ali Campbell, grupo britânico se apresenta no país entre os meses de outubro e novembro

ENTRETENIMENTO

Autor alegou que foi induzido ao erro e culpa emissora e apresentadores por ter que pagar juros do financiamento de carro