Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

BBB 24

BBB 24: Eliminada, Yasmin avalia sua participação

Design sem nome 7 10
Foto: Instagram @yasminbrunet

“Um universo paralelo“, é assim que Yasmin Brunet observa o jogo do BBB. Após deixar a casa na terça-feira, dia 12, a modelo e empresária vê uma grande diferença entre as posições de quem assiste e de quem participa do reality. “Como espectadora, eu julgava absolutamente tudo o que era feito na casa. E como jogadora é outro mundo, eu não julgo mais ninguém que passou por lá. Você está em uma casa com pessoas que nunca viu na vida, tem que conviver com pessoas com as quais você tem embates. Eu não sei se eu entrei muito preparada como jogadora; eu entrei para viver a experiência do Big Brother, sem pensar nessa parte do jogo e, chegando lá, eu iria ver o que fazer”, comenta a eliminada da semana, que afirma não ter traçado uma estratégia para a competição. Depois de viver os últimos dias do confinamento em conflito com participantes como Davi, Alane e Beatriz, a participante deixou o programa nesta terça, dia 12, com 80,76% dos votos no paredão contra Lucas Henrique e Isabelle.

A seguir, Yasmin Brunet conta qual era seu objetivo ao entrar no BBB, revela o que mais lhe surpreendeu ao ter contato com informações fora da casa, e entrega ainda seus planos para a nova fase.

Design sem nome 7 10

Foto: Instagram @yasminbrunet

Que balanço faz da sua experiência do BBB? 

“Foi uma experiência com a qual eu aprendi muito sobre mim mesma como pessoa. Era uma vontade minha de muito tempo.”

Quais foram os seus melhores momentos no reality? E os mais difíceis?

“Os melhores momentos foram os que eu estava com as pessoas que eu gosto, com os meus aliados; os momentos felizes em que eu estava rindo, me divertindo e em que eu esquecia um pouco do jogo. As brigas, com certeza, foram os momentos mais difíceis. Eu não gosto de brigar, de me descontrolar, de ter nenhum tipo de embate com ninguém, então todas as brigas foram ruins.”

Qual era seu objetivo no ‘BBB 24’, quando topou o convite? Acha que conseguiu alcançá-lo? 

“O meu objetivo era me mostrar como eu realmente sou, com falhas, erros, vulnerabilidades, qualidades e coisas que as pessoas não conheciam ainda – ou conheciam muito pouco. Ainda não consegui ver muito do que aconteceu, mas eu espero que tenha, sim, atingido o meu objetivo.”

Nos últimos dias, você comentou que estava sentindo que sairia do programa. O que te fez ter essa percepção? 

“Lá dentro todo mundo já sabe quem é o ganhador, está muito claro para todo mundo. E quando você tem algum embate com a pessoa que você sabe que é a preferida, é claro que você vai sair.” 

Agora que deixou da casa, algum acontecimento do jogo que já tenha visto aqui fora te surpreendeu? Se sim, qual? 

“Sim, a conversa do Rodriguinho me surpreendeu muito, foi o que mais me surpreendeu até agora. E também o que me foi passado sobre o que o Davi falou na festa, que na verdade não foi como ele falou. O jeito que o Bin me falou foi de uma forma, mas na verdade o que ele disse foi de outra. Isso me surpreendeu muito, porque foi ali que começou todo o meu embate com ele, com uma fofoca mal contada.”

Que tipo de espectadora de BBB era a Yasmin aqui fora? E que tipo de jogadora você se considera agora? 

“Como espectadora, eu julgava absolutamente tudo o que era feito na casa. E como jogadora é outro mundo, eu não julgo mais ninguém que passou por lá, eu entendo que lá é quase que um universo paralelo onde as emoções ficam completamente à flor da pele. Você está em uma casa com pessoas que nunca viu na vida, tem que conviver com pessoas com as quais você tem embates – e na vida normal você dificilmente teria que fazer isso. Eu não sei se eu entrei muito preparada como jogadora; eu entrei para viver a experiência do Big Brother, sem pensar nessa parte do jogo e, chegando lá, eu iria ver o que fazer. Essa parte do jogo, de fato, foi bem difícil.”

Recentemente, você teve grandes embates com o Davi e confessou o incômodo com sua presença. Na sua visão, o que motivou esses conflitos? 

“Eu acho que começou com a fofoca contada pelo Bin na festa sobre ele achar que Camarote não mereceria estar ali e que não merecia ganhar o BBB.”

O Davi chegou a dizer que não via movimentações suas no jogo. A Beatriz, inclusive te indicou ao paredão com essa justificativa. Você acha que faltou movimentação da sua parte ou discorda deles nisso? 

“Eu me movimentei como pude e como fazia sentido para mim, mas eu acho que nunca vai parecer o suficiente e pode ser que não tenha sido suficiente mesmo. Eu não sei como julgar esse tipo de coisa: o que é muito, o que é pouco, quais são as movimentações certas. Eu acho que depende muito do ponto de vista do outro.”

Nas últimas semanas, também houve atritos entre você e Alane, e você chegou a comentar que a convivência estava insustentável. Como avalia o jogo dela? 

“O que me incomoda no jogo dela é que ela distorce muito as falas das pessoas e leva sempre para uma pauta que não tem nada a ver com o que foi falado. Eu acho que é um jogo muito perigoso, inclusive, e ela não tem noção do que está fazendo. Aqui fora pode repercutir de outras formas ela pegando falas das pessoas e distorcendo completamente para que ela sempre seja a vítima e o outro sempre seja o perseguidor.”

No início do jogo, você tinha apenas a Wanessa Camargo como aliada, não sendo integrante de um grupo grande, como os demais eram. Acredita que essa foi a melhor estratégia para seguir na disputa? 

“Isso foi zero uma estratégia para mim. Eu não entrei preparada para o jogo em si, eu entrei para viver a experiência do ‘Big Brother’ sem pensar muito no jogo. Eu queria jogar com o coração, não tinha uma estratégia. Eu imagino que tenha gente que entra com algum tipo de estratégia, mas não foi o meu caso. E eu não sei se foi a melhor escolha em muitos momentos. E pensando agora, friamente, se eu fosse olhar o quesito estratégia, não teria sido a melhor escolha, não. Na minha cabeça, primeiramente, eu não queria combinar voto, eu queria jogar sozinha, com o coração. Mas chega uma hora lá que fica insustentável fazer isso.”

Depois de algumas semanas, você acabou se aproximando mais do Lucas Henrique e da Leidy Elin. Vocês se enxergavam como um grupo? 

“Com certeza. No final, a gente estava combinando voto porque a gente precisava se salvar. A casa ficou muito dividida em dois grupos: o do quarto Fadas e o restante. Então, chegou uma hora em que a gente precisou fazer isso.”

Tem algum arrependimento ou faria algo diferente, se pudesse? 

“Meu único arrependimento foi ter sido explosiva e impulsiva em alguns momentos, ter exagerado nas palavras com algumas pessoas. Nas brigas, houve momentos em que eu me deixei ser levada por emoções que ficam à flor da pele, porque realmente é um mundo paralelo. Eu não imaginei que seria assim, eu não imaginei que seria tão difícil quanto é o jogo em si. Dessas horas que eu exagerei nas palavras e nas colocações eu me arrependo. Mas da forma como eu joguei, não.”

Quem acha que ganha o ‘BBB 24’? E para quem torce? 

“Eu sei que o Davi ganha. Eu torço para a Leidy, gosto muito dela. Ela foi minha aliada lá dentro e é uma amizade que eu quero trazer aqui para fora, com certeza. Ela estava comigo em todos os momentos, ela me ajudou muito e era uma força muito grande para mim. Ela sofria antes de eu sofrer, chorava antes de eu chorar, estava sempre ali quando eu precisava. Nós deitávamos na cama juntas, ela ficava me contando coisas aqui de fora para espairecer. Eu acho que ela é uma pessoa muito forte, com uma história de vida incrível, então eu torço muito por ela.”

Quais são seus planos pessoais e profissionais agora, depois de passar por essa experiência? 

“Eu pretendo voltar com tudo para a minha marca, para os meus produtos de beleza, fazer novos lançamentos. Voltar a todo vapor com tudo isso que, enquanto eu estava lá dentro, tive que dar uma pausa e deixar com a minha equipe. E pretendo descansar também.”

O BBB 24 tem apresentação de Tadeu Schmidt, produção de Mariana Mónaco, direção artística de Rodrigo Dourado e direção de gênero de Boninho. O programa vai ao ar de segunda a sábado após Renascer, e domingos, após o Fantástico.

Matéria escrita por

É jornalista pós graduada em Jornalismo Cultural. Teve passagens pelos sites O Fuxico e Famosidades. Em 2010 criou o site Latinidade, dedicado a música latina. É fotógrafa especializada em shows e eventos. Ja foi membro do Grammy Latino.

Leia também

ENTRETENIMENTO

No vídeo postado nas redes sociais, a artista contou que o atleta mantinha conversas com outra mulher

ENTRETENIMENTO

Glória Pires chegou a oferecer R$ 35 mil, mas a oferta foi recusada por ex-cozinheira

ENTRETENIMENTO

"Acabei com a confiança da pessoa que eu mais amo. Eu tô de verdade sem chão", disse o atleta

ENTRETENIMENTO

Artista estampou a capa da revista Wow