Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

ENTRETENIMENTO

Disney+ libera data de estreia de ‘Nell, a Renegada’

Design sem nome 6 4
Foto: Divulgação / DIsney+

A Disney+ revelou a data de estreia da série original Nell, a Renegada para o dia 29 de março.

A série conta com oito episódios e é escrita e criada pela premiada autora Sally Wainwright (Happy Valley), e dirigida por Ben Taylor (Sex Education).

Design sem nome 6 4

Foto: Divulgação / DIsney+

Nell Jackson, uma jovem corajosa e astuta, é injustamente acusada de homicídio e, de repente, torna-se a fugitiva mais famosa da Inglaterra do século XVIII. No entanto, quando um espírito mágico chamado Billy Blind aparece, Nell percebe que o seu destino é maior do que alguma vez imaginou.

A série apresenta Louisa Harland (Derry Girls) no papel principal de Nell Jackson; Frank Dillane como Charles Devereux e Alice Kremelberg como Sofia Wilmot.

Ényì Okoronkwo, Jake Dunn, Bo Bragason, Florence Keen, Nick Mohammed, Joely Richardson e Adrian Lester integram o elenco.

Vale lembrar que a produção de Nell, a Renegada é da Lookout Point. Os produtores executivos são Sally Wainwright, Ben Taylor, Faith Penhale, Will Johnston e Louise Mutter, da parte da Lookout Point, e Johanna Devereaux, pela Disney+. Amanda Brotchie e MJ Delaney também dirigem alguns episódios. Jon Jennings e Stella Merz assumem a produção.

Matéria escrita por

É jornalista pós graduada em Jornalismo Cultural. Teve passagens pelos sites O Fuxico e Famosidades. Em 2010 criou o site Latinidade, dedicado a música latina. É fotógrafa especializada em shows e eventos. Ja foi membro do Grammy Latino.

Leia também

ENTRETENIMENTO

"Acabei com a confiança da pessoa que eu mais amo. Eu tô de verdade sem chão", disse o atleta

ENTRETENIMENTO

No vídeo postado nas redes sociais, a artista contou que o atleta mantinha conversas com outra mulher

REGGAE

Com Ali Campbell, grupo britânico se apresenta no país entre os meses de outubro e novembro

ENTRETENIMENTO

Autor alegou que foi induzido ao erro e culpa emissora e apresentadores por ter que pagar juros do financiamento de carro