Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

ENTRETENIMENTO

Em meio à briga com Deolane, Fiuk perde processo na Justiça

Suposta inadimplência levou Fiuk a acionar uma empresa na Justiça, mas o famoso perdeu disputa

Fiuk comenta que Deolane o parou de seguir no Instagram
Foto: Instagram @fiuk

Fiuk se envolveu em mais uma polêmica. O filho de Fábio Júnior está processando uma empresa por inadimplência. Acontece que, o filho do cantor, que pede um pagamento de R$ 195 mil, teve a solicitação negada pelo juiz responsável.

Fiuk comenta que Deolane o parou de seguir no Instagram

Foto: Instagram @fiuk

A informação foi divulgada pelo jornalista Daniel Nascimento, do jornal O Dia. O cantor decidiu abrir uma ação monitória contra a tal empresa. A escolha foi porque esse método geralmente é usado para cobrança de dívida menos burocrática e mais ágil.

Contudo, parece que o artista não esperava que o pedido fosse negado pela Justiça. Fiuk ficou insatisfeito após contratar o serviço da empresa. O cantor teria fechado três contratos, mas após isso, decidiu rescindir.

Entretanto, mesmo após cancelar a contratação da prestação de serviços, o filho de Fábio Júnior não receber os valores de volta. Por conta disso, decidiu recorrer a Justiça e solicitar o pagamento de R$ 194.882,05 em ação.
No entanto, os advogados de Fiuk apenas anexaram ao processo, como provas, conversas de Whatsapp entre as duas partes envolvidas. Contudo, a juíza Thaís da Silva Porto, responsável pelo caso, não considerou suficiente.

Matéria escrita por

Formada em serviço social pela Estácio de Sá e pós-graduada em jornalismo digital, Janaína Nunes Lauriana é natural do Rio de Janeiro e é apaixonada pelos bastidores do mundinho dos famosos.

Leia também

ENTRETENIMENTO

"Acabei com a confiança da pessoa que eu mais amo. Eu tô de verdade sem chão", disse o atleta

ENTRETENIMENTO

No vídeo postado nas redes sociais, a artista contou que o atleta mantinha conversas com outra mulher

REGGAE

Com Ali Campbell, grupo britânico se apresenta no país entre os meses de outubro e novembro

ENTRETENIMENTO

Autor alegou que foi induzido ao erro e culpa emissora e apresentadores por ter que pagar juros do financiamento de carro