Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

MPB & SAMBA

5 anos sem João Gilberto. Conheça as 10 músicas mais ouvidas do cantor

Ecad fez uma homenagem ao fundador da Bossa Nova que faria 93 anos neste sábado (6)

Há cinco anos, o Brasil perdia João Gilberto. Apontado como o Pai da Bossa Nova, o artista deixou um legado com 16 obras musicais
Foto: Divulgação

Há cinco anos, o Brasil perdia João Gilberto. Apontado como o Pai da Bossa Nova, o artista deixou um legado com 16 obras musicais e 648 gravações cadastradas no banco de dados da gestão coletiva da música no Brasil. A partir dos seus dados musicais, o Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) fez um levantamento para lembrar sua trajetória.

O estudo do Ecad indicou que Wave foi a música gravada e interpretada por João Gilberto mais tocada nos últimos cinco anos no Brasil nos principais segmentos de execução pública. A canção é de autoria de Tom Jobim e ficou na liderança do ranking, seguida por Chega de Saudade, composição de Tom Jobim e Vinicius de Moraes e Desafinado, de Newton Mendonça e Tom Jobim, que completaram o TOP 3.

5 anos sem João Gilberto. Conheça as 10 músicas mais ouvidas do cantor

Foto: Divulgação

João Gilberto Prado Pereira de Oliveira nasceu na Bahia, no dia 10 de junho de 1931, e faleceu no Rio de Janeiro, no dia 6 de julho de 2019. Em 1965, o álbum Getz/Gilberto foi o primeiro disco de jazz a ganhar o Grammy de Álbum do Ano. Também ganhou nas categorias Melhor Álbum Instrumental de JazzIndividual ou Grupo e Melhor Álbum de Engenharia Não-Clássico.

O artista foi Indicado ao Grammy de 1978 na categoria Melhor Performance Vocal de Jazz, pelo álbum Amoroso e foi vencedor na categoria Melhor Álbum de World Music na mesma premiação em 2001 com João Voz e Violão, lançado pela Verve Records em 2000.

A Lei dos Direitos Autorais (9.610/98) determina que os seus herdeiros continuarão a receber os rendimentos em direitos autorais por suas músicas por 70 anos após sua morte (ou de autores parceiros, no caso de músicas feitas em parcerias). Para que o Ecad continue a repassar os valores em direitos autorais a compositores e artistas, que fazem parte da gestão coletiva no país, é imprescindível que o pagamento referente ao licenciamento musical seja feito por pessoas e empresas que utilizam música em seus negócios e nos diversos canais e espaços públicos.

Herdeiros de João Gilberto podem receber valor milionário de gravadoras

De acordo com informações do colunista Ancelmo Gois de março de 2024, os herdeiros do lendário e saudoso João Gilberto, fundador da Bossa Nova, podem receber mais de R$ 175 milhões referentes à restituição de valores sobre as obras do artista.

Esse montante milionário corresponde a um processo aberto por João Gilberto em 1997 contra a gravadora EMI, que hoje pertence a Universal Music Group.

No dia 8 de março, o Tribunal Pleno do Órgão Especial do Rio de Janeiro negou um mandado de segurança pedido pela EMI e Universal Music, que às obrigavam a pagar o valor de R$ 175.784.675,20 aos representantes legais de João Gilberto e à P. I. Participações.

Ainda de acordo com Ancelmo Gois, a Universal Music e a EMI teriam 15 dias para pagar a condenação sobre a obra do cantor.

E execução só foi suspensa por um embargo que foi instaurado no processo.

Álbum inédito de João Gilberto foi lançado em 2023

O álbum duplo João Gilberto (ao vivo no Sesc 1998) lançado pelo Selo Sesc, no dia 5 de abril de 2023, gratuitamente e com exclusividade na plataforma Sesc Digital, foi disponibilizado nos principais serviços de streaming do dia 26 de abril. O trabalho remasterizado da histórica apresentação na unidade Vila Mariana, em 1998, também pôde ser adquirido em sua versão física a partir da mesma data, nas Lojas Sesc das unidades de todo o estado de São Paulo e no site, com entrega para todo o país.

“Estamos comemorando os 25 anos da apresentação com o lançamento da gravação remasterizada, agora disponível nas plataformas de streaming e em formato físico. Afinal, trata-se de uma obra de grande valor histórico, que deve ser não apenas amplamente divulgada, mas guardada, por todos os amantes da música brasileira, que reconhecem o papel proeminente e fundador do pai da bossa nova e reinventor do samba”, diz Danilo Santos de Miranda, diretor do Sesc São Paulo.

5 anos sem João Gilberto. Conheça as 10 músicas mais ouvidas do cantor

Foto: Divulgação

A instituição convidou o artista visual Speto, importante nome da arte urbana, para fazer uma versão do grafite realizado por ele em homenagem ao cantor e, com a nova arte, estampar a capa do álbum. A pintura original foi realizada em 2020 na fachada de um edifício na Avenida Senador Queirós, próximo ao Mercado Municipal, em São Paulo.

O grafite apresenta o artista sentado, abafando seu violão, como se estivesse silenciando o instrumento ao final de uma música, em alusão ao fim de um ato. Speto relata que a imagem foi desenvolvida usando o mínimo de traços possível, em referência ao minimalismo da bossa nova e, sobretudo, de João Gilberto.

O álbum Relicário: João Gilberto (ao vivo no Sesc 1998) é fruto do trabalho de curadoria e gerenciamento do vasto acervo do Sesc São Paulo. O destaque da gravação está na música inédita Rei sem coroa que, apesar de compor o repertório de alguns shows, nunca foi registrada em estúdio ou gravada oficialmente pelo artista, reforçando a importância deste resgate histórico.

 

Matéria escrita por

É jornalista e pesquisador musical. Cobre shows nacionais e internacionais e já entrevistou bastante gente interessante do Brasil e do mundo. Já realizou reportagens musicais na Record TV para o Domingo Espetacular e Jornal da Record. Foi vencedor do Prêmio TopBlog em 2010 e membro do Grammy Latino.

Leia também

ENTRETENIMENTO

"Acabei com a confiança da pessoa que eu mais amo. Eu tô de verdade sem chão", disse o atleta

ENTRETENIMENTO

No vídeo postado nas redes sociais, a artista contou que o atleta mantinha conversas com outra mulher

REGGAE

Com Ali Campbell, grupo britânico se apresenta no país entre os meses de outubro e novembro

ENTRETENIMENTO

Autor alegou que foi induzido ao erro e culpa emissora e apresentadores por ter que pagar juros do financiamento de carro