Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

ROCK

Luiz Domingues revisita o elo entre o cinema e o rock no livro “Luz; Câmera & Rock’n’ Roll”

Músico, que colaborou como precursor do gênero no Brasil, aborda aspectos extra-musicais neste trabalho

Luiz Domingues revisita o elo entre o cinema e o rock no livro "Luz; Câmera & Rock'n' Roll"

O rock paulistano e o brasileiro, podem ter certeza, se engrandeceu muito pelo trabalho de Luiz Domingues no valoroso caminho da precursão do gênero em bandas icônicas como Lingua de Trapo, A Chave do Sol e Patrulha do Espaço. O que não falta é bagagem cultural para abordar outros temas que se aliam naturalmente à história do bom e velho rock’ n’ roll.

Luiz Domingues revisita o elo entre o cinema e o rock no livro "Luz; Câmera & Rock'n' Roll"

Luiz Domingues lançou recentemente o livro Luz; Câmera & Rock’n’ Roll pela Matilda Produções. Nesta obra, dividida em três volumes, o autor aborda os filmes produzidos desde a década de 1950 e a forma como o cinema e o rock criaram a conexão ideal para que a linguagem do gênero alcançasse maior exponenciação de seu valor.

“Não se trata de um assunto inédito, eu tenho consciência que outros autores já abordaram o tema, com muita propriedade, aliás”, explica Luiz Domingues. “Nesse sentido, a ideia é trazer mais uma visão sobre essa tendência cinematográfica em torno dos Rock Movies, ou seja, uma escola de cinema com vida própria e com as suas tradições sedimentadas. Creio que pensar nos filmes de Rock como uma rara junção de dois ramos da arte, de uma forma tão forte, sempre vai contribuir para o fortalecimento cultural de uma maneira geral”, disse.

 

 

“Penso que é uma trajetória satisfatória dentro das limitações ocorridas para um artista não consagrado no patamar mainstream da música. Nesses termos, gravei vários discos e toquei com bandas boas, fiz muitos shows e gerei histórias engraçadas para contar e rir com os amigos, portanto, sinto-me feliz pelo o que construí ao lado de meus colegas”

 

 

Até que o trabalho de Luz; Câmera & Rock’n’ Roll ganhasse forma, todo um processo anteviu o livro. O autor recebeu um convite para escrever em um blog de seu amigo em 2011. Daí o talento na escrita se desenvolveu de tal forma que uma resenha sobre um filme de teor Rocker teve grande repercussão. A partir deste ponto, Luiz Domingues criou seu próprio blog, criando mais e mais resenhas. Enfim, nasceu a ideia de escrever uma autobiografia e o projeto do blog foi descartado. Mais isso foi apenas um redirecionamento de seu trabalho literal, pois, a partir de um conselho de sua amiga, ele reescreveu cerca de 40 resenhas já publicadas em blog e criou outras 90 e poucas inéditas. O volume compreendia um total de 131 resenhas – neste momento, nasceu o livro, a ser dividido em três volumes.

Luiz Domingues revisita o elo entre o cinema e o rock no livro "Luz; Câmera & Rock'n' Roll"

Domingues reconhece que sua bagagem profissional auxiliou muito na concepção de Luz; Câmera & Rock’n’ Roll, mas que não se limitou a isso, observando que outros aspectos reforçaram suas percepções na música: “Em termos de vivência, é certo que tal bagagem ajudou muito para que eu tivesse uma visão mais arguta. Tanto que em muitos casos, eu usei dessa experiência para tecer comentários mais específicos sobre certos detalhes que tem tudo a ver com a prática musical exercida no cotidiano. Entretanto, a parcela mais importante veio do encantamento com os aspectos extra-musicais, a observar questões mais sutis que envolvem outras percepções. Nesses termos, há o lado forte em olhar para todas as nuances culturais e contraculturais que envolvem o rock, o contexto histórico de cada filme e seus personagens, as implicações sociopolíticas & comportamentais e alguns meandros dos bastidores das produções cinematográficas em si. E mais uma questão que eu considero singela, mas não menos importante, no sentido da memória afetiva, muito pessoal. Há certos filmes que eu analisei, que remetem à minha infância, quando os vi pela primeira vez com outros olhos, e como o comparativo com outras visões adquiridas a posteriori, se mesclaram. Nessa sincronia sobre as diferentes sensações em ter visto certos filmes com seis, sete anos de idade e depois como adolescente e adulto, eu tive uma rica concepção, igualmente para expressar-me”.

Advertisement. Scroll to continue reading.

Em termos de contemporaneidade, Domingues analisa sua trajetória como músico profissional como “satisfatória” dentro do que é considerado no sistema da indústria musical: “Penso que é uma trajetória satisfatória dentro das limitações ocorridas para um artista não consagrado no patamar mainstream da música. Nesses termos, gravei vários discos e toquei com bandas boas, fiz muitos shows e gerei histórias engraçadas para contar e rir com os amigos, portanto, sinto-me feliz pelo construí ao lado de meus colegas”.

Luz; Câmera & Rock’n’ Roll é a leitura obrigatória para aceder nossos conhecimentos a respeito de duas artes, a música e o cinema, sob o olhar imprescindível de quem tanto fez, viveu e trabalha, arduamente, em nome do rock.

Luz; Câmera & Rock’n’ Roll
Luiz Domingues
Editora Matilda Produções

Os volumes podem ser adquiridos no site www.clubedosautores.com.br

Volume I
Versão Impressa: R$ 55,45
Versão E-book: R$ 22,60

Volume II
Versão Impressa: R$ 51,48
Versão E-book: R$ 22,60

Volume III
Versão Impressa: R$ 57,97
Versão E-book: R$ 22,60

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Leia também

ROCK

The Beatles, o grupo mais bem sucedido da história da música, lança nesta sexta-feira (10) um novo vídeo para o clássico Let It Be,...

MERCADO

A popstar Taylor Swift está de olho em novos negócios na indústria musical. Agora, a hitmaker de Shake It Off, entrou com um pedido...

MPB & SAMBA

O cantor Zepa lança nesta sexta-feira (10), o inédito single Flagrante, que conta com uma batida envolvente e letras marcantes. A faixa já está...

MUNDO VINIL

A cantora norte-americana Lana Del Rey está lançando em uma edição especial em vinil duplo laranja pela Universal Music, via Interscope Records e Polydor,...

Advertisement