Connect with us

Digite aqui o que você está procurando!

ROCK

The Police: clássico ‘Don’t Stand So Close To Me’ discutiu romance em sala de aula

The Police: clássico "Don't Stand So Close To Me" discutiu romance em sala de aula

Don’t Stand So Close To Me, o clássico do The Police lançado em 1980 no álbum Zenyatta Mondatta, quis dizer muito sobre o romance de um professor e uma aluna em plena sala de aula. A Classic Rock questionou se as letras da canção revelavam algo que poderia ser autobiográfico, mas o dono delas, o britânico Sting explicou em seu livro L’Historia Bandido de 1981 a inspiração para o tema.

The Police: clássico "Don't Stand So Close To Me" discutiu romance em sala de aula

Foto: Divulgação

“Eu queria escrever uma música sobre sexualidade na sala de aula”, escreveu Sting. “Eu havia lecionado nas escolas secundárias e passado pelo negócio de ter meninas de 15 anos gostando de mim – e eu realmente gostando delas! Como eu mantive minhas mãos longe delas, eu não sei”, explicou no livro, reproduzido no Ultimate Classic Rock.

Don’t Stand So Close To Me foi o terceiro single da banda formada por Sting, Stewart Copeland e Andy Summers que alcançou o topo das paradas britânicas naquela época. Além disso, o The Police conquistou o Grammy Awards de 1981 na categoria Melhor Performance de Rock para Duo ou Grupo com esta música.

Sting chegou a declarar à revista Q em 1993 que jamais se envolveu com qualquer aluna na época em que era professor: “Eu nunca tive um relacionamento com nenhum dos meus alunos – eu não gostaria. Você deve se lembrar de que éramos bombardeiros louros na época e a maioria dos nossos fãs eram jovens, então começamos a representar um pouco. Vamos explorar isso”.

The Police: clássico "Don't Stand So Close To Me" discutiu romance em sala de aula

Quanto à estrutura musical de Don’t Stand So Close To Me, Sting admitiu: “Foi baseada em uma guitarra que eu acho que roubei de uma música chamada Rock and Roll Woman”, se referindo a uma canção do Buffalo Springfield de 1968.

Em 1986, o The Police lançou uma nova versão rebatizada de Don’t Stand So Close To Me’86 e fez muito sucesso em países como Irlanda, Nova Zelândia, Holanda, além do Reino Unido e Brasil. O baterista Stewart Copeland havia quebrado a clavícula e não conseguia tocar a bateria. Então, ele optou em desenvolver o ritmo do single usando um Farlight CMI para programar o instrumento musical. Foram necessários dois dias para concluir a tarefa.

O The Police já estava dissolvido no lançamento deste single, que entrou para a coletânea Every Breath You Take: The Singles, lançada em 25 de outubro de 1986 pela A&M Records.

Matéria escrita por

Click to comment

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Leia também

ENTRETENIMENTO

A TV Globo está planejando fazer um remake da novela Vale Tudo em 2025 e cogita convidar Lidia Brondi para o elenco da nova...

ENTRETENIMENTO

Ainda sem data definida de estreia, o SBT está preparando uma nova plataforma de streaming da emissora de TV, o +SBT. De acordo com...

ROCK

No último sábado (8), os cantores Pitty e Emicida encerraram o festival João Rock, em Ribeirão Preto. Eles apresentaram o show inédito Travessia. “Mais...

ROCK

Os cantores Pitty e Emicida se apresentarão juntos no festival João Rock, no próximo sábado (8). O show exclusivo, chamado de Travessia, contará com...